Decoração
21 maio 2018

Casa Cor 2018, um olhar geral antes da minha visita

32ª edição da mostra paulistana traz o tema “A Casa Viva”
Com uma semana a mais, de 22 de maio a 29 de julho, evento destaca tendências,
sustentabilidade e gastronomia

Com o tema “Casa Viva”, a maior e mais completa mostra de arquitetura, decoração, design e paisagismo das Américas traz, mais uma vez, renomados profissionais para surpreender os visitantes. O evento de São Paulo, principal edição de CASACOR, acontece no Jockey Club São Paulo, com 10 semanas de duração, de 22 de maio a 29 de julho.

Gabriela Lorufa e Larissa Silva – Casa Sustentável Leroy Merlin

Olhar geral sobre a mostra

Apresentando 82 ambientes em 17 mil m², a expectativa é receber mais de 110 mil visitantes, num crescimento de público de 10%. A edição destaca a harmonia com a natureza, a convivência e a confraternização, num estilo de vida rodeado de verde e de memórias afetivas. Neste ano, a CASACOR São Paulo recebe de volta grandes nomes da arquitetura, do design e paisagismo como Arthur Casas, Débora Aguiar, Fernando Brandão, Rosa May, Naomi Abe, João Armentano, Roberto Migotto e Tenório Estúdio.

Maicon Antoniolli – Loft

Além desses e muitos sucesso de outras edições, novos talentos estream em CASACOR, a exemplo de Kalil Ferre Paisagismo, GDL Arquitetura, Cenário Paisagismo, Gabriela Gaunszer e Rejane Heiden, Gabriela Lotuffo e Larissa Silva, SP Arquitetura, Gustavo Martins, Marcelo Salum, Jean de Just, BC Arquitetos, Juliana Pippi, MN Arquitetura de Interiores, Lisandro Piloni, Estúdio Gaetta, Ricardo Afiune e Peter Burmeister, Thalita Vitachi para Plantare Mais, Myrian Marquez, Luciano Dalla Marta, Meyer Cortez, Ricardo Abreu Borges, Melina Romano, MF+Arquitetos, Cyane Zoboli e Ana Elisa Hott, Flavio Abílio Rodrigues e Flavia Ranieri.

Lisandro Piloni WC No Gender

Parceiros do evento

Um marco para o evento são os 25 anos de parceria com a Deca, patrocinadora master do evento, presente em todas as praças nacionais. A lista de patrocinadores e apoiadores de 2018 conta ainda com marcas como Renault, Leroy Merlin, casa moysés, Uniflex, Duratex, D&D, Bontempo, Comgás, Igui, Cosentino, LG, Meliá, Nextera Brasilit, Sensações e Todeschini.

Buno Carvalho Hall da Biblioteca

Principais Destaques

Inspirada nas principais tendências mundiais, a CASACOR 2018 terá um espaço inteiro destinado ao co-living: estúdios, áreas de compartilhamento e um co-working. O Tea Lab também será uma novidade: um projeto de duas jovens profissionais, Patricia Bacellar e Steffi Kaufman, que servirá como uma casa de chá dentro da mostra onde também serão oferecidos workshops ligados ao mote do evento.

Gastronomia

A gastronomia continua sendo um dos pontos fortes da mostra, que traz para essa edição parceiros como Dona Deôla, na Boulangerie, e Tartuferia San Paolo, além da estreia do Iulia, que comanda o bar, do Mondo, que fica à frente do restaurante e da Ofner à frente da Casa de Chá.

Triart Arquitetura – Cozinha Matriz

Sustentabilidade

O compromisso com a sustentabilidade continua latente na CASACOR São Paulo. O intenso trabalho desta gestão visa a conquistar o selo AQUA-HQE de construção sustentável até 2020 e, para isso, adota diversas práticas não só durante as obras, mas na educação dos colaboradores e no dia a dia da mostra.

Para este ano, a execução da Casa Sustentável é feita pelas arquitetas Gabriela Lotuffo e Larissa Silva, de São Paulo. A proposta foi vencedora da primeira edição do Desafio Casa Sustentável CASACOR patrocinado pela Leroy Merlin. Entre as soluções concebidas pelas profissionais para o espaço – uma das edificações tombadas do Jockey Club – e evidenciadas pela comissão julgadora do Desafio, estão a flexibilidade na ocupação dos espaços, intervenção delicada no patrimônio tombado, uso de tecnologias sem excessos, mobiliário de fácil montagem, materiais com possibilidade de reaproveitamento e/ou reciclagem e adequação do sistema de iluminação artificial com LED.


E aí?

Você está pensando em ir conferir o evento? Começa amanhã e sempre digo que é um verdadeiro deleite! Um dos meus passeios que mais aguardo em SP! Sempre gosto do clima, das novidades, de tomar um café ou um drinque, de relaxar nos ambientes, de imaginar casas com aqueles objetos, analisar tendências… Ai, ai, suspiros! Em breve farei minha cobertura personalizada e mostrarei meus cliques e meu olhar pessoal!

Para ilustrar esse post com release, separei ambientes que usaram a cor de forma criativa, seja num recorte na parede, na escada, para criar perspectiva, seja num móvel específico para um foco inusitado. O que acharam?

SERVIÇO – CASACOR SÃO PAULO 2018

De 22 de maio a 29 de julho
Terça a sábado, das 12h às 21h
Domingo, das 12h às 20h

Decoração
15 maio 2018

Tape art para decorar ambientes corporativos e casas

A tape art é um movimento artístico que surgiu nos anos 1960 quando artistas decidiram trocar tintas por fitas adesivas, inclusiva a fita isolante. Desde então, esse tipo de expressão artística tem se espelhado mundo a fora e, agora, é muito utilizada na decoração de ambientas corporativos, casas e personalização de objetos.

Além de fácil de fazer, a tape art fica bonita em diversos ambientes. E o melhor é que qualquer pessoa pode fazer: basta fita, tesoura e criatividade. A tape art não está restrita apenas para as paredes. A arte com fitas pode ser realizada também em janelas, portas e até faixadas de prédios. Tudo depende do tipo de fita utilizada na obra para obter a melhor fixação e maior tempo de vida para a arte escolhida.

As criações geométricas podem ser figurativas ou abstratas e as fitas podem variar de fita crepe a fita isolante, aquelas da 3M são ideais por conta da durabilidade e eficiência, além da tradicional preta, há uma linha com versões coloridas super bacana para esse tipo de criação! Abuse dos formatos da moda, como pirâmides, diamantes, formas industriais. Dica: antes de partir para a fita, faça um esboço a lápis previamente.

O conceito combina tanto com artes monocromáticas como coloridas. Solte a imaginação e transforme um ambiente com pouco esforço e baixo custo.

 

Ilhabela
08 maio 2018

Roteiros de Dia das Mães em Ilhabela

Se seu destino para o Dia das Mães é Ilhabela, ou se já está por aqui e quer dicas para um domingo especial, encontrou o post certo! Nesse dia em que filhos e mães procuram por passeios em família, a proposta é dar sugestões de experiências agradáveis, para comer e curtir! Se você é mãe como eu, já aproveite para marcar o filhote ou parceiro, já se é filho(a), olho aberto para anotar as ideias!

Lindona para o fim de semana

Tem mulher que não ame uma repaginada no visual para se sentir linda e renovada? Maquiagem, corte, luzes, hidratação, são cuidados que nos enchem de auto estima e tornarão o fim de semana ainda mais especial. Ficam duas sugestões para agendar o quanto antes e surpreender com um presente criativo e empoderador: maquiagem com Juliane Porto e cabelo com a cabeleireira Leticia Duarte, a primeira atende a domicílio ou no Guidas e a segunda no We Cut, ambos no Perequê. Satisfação da mamãe garantida!

Almoço especial

Na hora de juntar todos em volta da mesa, qual a culinária favorita? Se a vontade é uma boa massa acompanhada de vinho, a boa pedida é o Famiglia Manzoli  no Perequê que oferece como menu especial a lasanha tradicional e a de espinafre, além de perna de cabrito no forno com ervas e vinho. Para sobremesa, um doce típico da Toscana, Bombolone, massa fininha frita na hora e recheada com creme patissière. Já se está de olho em um peixe, que tal um bom bacalhau verdadeiramente português? O Portu Brasil no Saco da Capela serve pratos típicos de dar água na boca, sem falar nas sobremesas.

Cafés, lanches e doces

A ideia é expandir a comemoração para um lanche ao cair da tarde ou um cafezinho? Ilhabela anda cheia de boas opções nesse segmento! No Perequê, contamos com dois novos e saborosos cafés/docerias Terra’s Bakery onde o forte são a super vitrine de docinhos que vão de cupcakes a brigadeiros especiais e Dolcce Café com variadas bebidas quentes e doces como waffle e petit gateau. Quer uma opção italiana? Um vero tiramissu te aguarda na Vila, na Gelateria Tradizionale. Cremoso na medida e totalmente artesanal! Ficou com vontade mesmo de algo mais leve para comer olhando o pôr do sol? A Proa Guardaria tem quiches e tortas com saladinhas para mãe nenhuma colocar defeito, pelo contrário!

Joia para presente: de flor ou de prata?

Aí para finalizar a experiência gostosa, tem que ter um presente, né? Vai de flor de joia ou de prata? Nesse fim de semana teremos exposição de orquídeas na Vila, uma ótima oportunidade para presentear com uma planta maravilhosa e duradoura! Já se sua mãe é fã de bijus lindas, a Flor do Sol, loja de prata na rua do meio (e também tem online!), terá todos os modelos e estilos para você escolher uma peça linda. Tem uma matéria sobre a marca aqui!

 

Que tal o roteiro completo para um Dia das Mães especial em Ilhabela?

Moda Criativa
30 abr 2018

Moda consciente: uma seleção de marcas únicas

Nos dias 23 a29 de abril aconteceu a FASHION REVOLUTION WEEK! Não lembra o que é esse movimento incrível? Tem matéria sobre ele [aqui] no blog. Conteúdo criativo de Marilia Pessini, colaboradora do blog!

A proposta principal é pelo menos uma semana por ano lembremos do valor da sustentabilidade nas marcas de roupa e sapatos por aí, pra que a gente possa aos poucos ir incorporando essa prática nos nossos garimpos maravilhosos e fashion de cada dia.

A premissa “compre menos, compre bem e faça durar” nos convida a escolher peças lindas, únicas, conscientes e duráveis, e que a gente enxerga o valor agregado da marca de cara! Dá gosto de comprar! Se você é como eu e adora ter peças exclusivas, gosta de ser única e se sentir maravilhosamente diferente, que nem sempre tá dentro das modinhas mas tem um brilho a mais nas produções fashion, vai amar essa seleção de marcas conscientes que eu selecionei pra gente. Eu mesma já comprei da maioria delas e recomendo de verdade!

Sigam-me as boas!

Fashion revolution: marca +ALMA – reunião de marcas do bem

+ ALMA https://www.maisalma.com/   @maisalmanoinsta

Como não começar por ela? Promovendo o #slowfashion, a +ALMA não é uma marca, é tão maior que isso! É uma plataforma colaborativa que conecta marcas éticas aos clientes, oferecendo aos consumidores produtos feitos sob os pilares do consumo consciente, ético e #crueltyfree. Uma seleção incrível de marcas e produções artesanais, autorais e inteiramente brasileiras. Valorização da cultura e da arte em todo o site que te permite conhecer o produtor da criação e a história que carrega. E vai de roupas e sapatos até produtos para decoração e acessórios.

O que você vai encontrar pelo site:

  • ADA – peças minimalistas para valorizar sua personalidade e estilo:
  • BRISA SLOW FASHION – usa tecidos naturais, orgânicos e reciclados, acompanha de perto  forma de plantio e tecelagem de seus fornecedores.
  • KASULO – Prioriza os tecidos reciclados da indústria têxtil e materiais naturas. A da foto é uma plataforma com macramê [trabalhado à mão] em algodão cru.
  • CRUA DESIGN – Cria peças minimalistas e versáteis com madeira de reuso.

Além das lojas do site existe um blog, o ALMAnaque, que elas descrevem com orgulho sobre um canal de informação com espaço aberto para debates sobre temas relacionados à essência da +ALMA, que englobam temas inspiradores como moda, sustentabilidade, veganismo, hábitos de consumo, feminismo entre mil outros assuntos interessantes. Veja no link!

Outras marcas autorais, muitas artesanais e todas cheias de amor

CAFUSA: bolsas de crochê em fio de malha ecológico e vegano <3

@cafusa.moda

HELEVE: a marca fabrica sapatos com matéria prima sem origem animal e são todos feitos à mão! Vá leve! “Heleve-se”!

@heleve.com.br

VOA: peças modernas e sustentáveis ligadas a um lifestyle principalmente ligado a natureza. O conceito da marca traz fluidez e leveza, e o botão de flor do símbolo remete ao processo natural e cíclico fundamental da VIDA! Não é legal? As roupas são leves e confortáveis, o que eu mais curto são as T-shirts.

@voagallery

VOCÊ SABIA?

E se juntasse um pouquinho de cada marca incrível pra fazer tudo uma roupa só? A Re-Roupa faz praticamente isso!

O Re-Roupa é uma proposta de criação de roupas novas transformando resíduos em matéria prima. Fins de rolo de tecido, retalhos e roupas com pequenos defeitos são transformados e aplicados na confecção de peças novinhas em folha! O Re-Roupa afirma acreditar na possibilidade de estender o ciclo de vida […faça durar] dessas roupas que já tiveram vida um dia e não teriam mais, usando processos criativos e inovadores como ferramenta. Isso tudo além de valorizar a mão de obra local e a capacitação de costureiras para esse processo criativo que é o transformador *upcycling*. O resultado é uma coleção mega descolada e desconstruída. Dá uma olhada também no insta! 

Peças da VOA e bolsa Cafusa

Só mais uma coisa antes de partir:

Eu sei que nem sempre a gente está disposto a fazer um investimento grande em peças de roupas. Em épocas de vacas magras é difícil e é natural fugirmos dos valores altos [apesar de ser realmente um investimento levando em conta que são peças que, bem cuidadas, vão durar!]. Acho que vale uma dica valiosa por aqui: pra quem defende que compra em lojas de varejo e fast fashion por falta de grana, ainda assim tem como escolher com mais consciência entre elas. A C&A é uma que eu sempre gosto de indicar pras amigas que usam esse argumento. Mesmo sendo uma loja de varejo é uma marca que defende ser pioneira no monitoramento de seus fornecedores subcontratados no Brasil. A empresa criou um sistema de auditoria e um código de conduta no fornecimento de mercadorias com o objetivo de impedir a continuação de qualquer tipo de mão de obra irregular e melhorar as condições de trabalho e das questões ambientais na cadeia de fornecimento.

É claro que eu prefiro te indicar marcas e produtos de produções menores, artesanais e\ou com mais alma na criação. Mas vale exaltar que existem empresas maiores que procuram se regularizar e se preocupar com esse tipo de questão [ainda que haja muito marketing envolvido].

Gostou? Conta mais sobre marcas conscientes que você também curte! Esse tipo de figurinha a gente tem que trocar!

Decoração
25 abr 2018

Tendência de decoração Wabi-Sabi: você conhece?

Tendência na decoração: Wabi-Sabi

Uma das principais ideias da decoração atual é procurar o Wabi-Sabi – uma antiga filosofia japonesa (zen-budismo) que busca encontrar beleza na impermanência e na imperfeição. Wabi-sabi é a arte de valorizar a simplicidade, o entorno organizado e com a modéstia. A autenticidade é fundamental para a filosofia wabi-sabi: a presença de rachaduras e arranhões nas coisas é considerada um simbolismo da passagem do tempo. Outra faceta do wabi-sabi é a ideia da beleza “óbvia” verso a beleza “única”. Wabi-sabi: a busca por encontrar beleza na imperfeição. Porcelana pura com veia em prata da Stone Bone Wood Cloth.

Crédito: homely-au

Minimalismo orgânico

Em casa, isso significa enfatizar o uso de materiais artesanais e orgânicos, formas naturais, peças feitas com falhas, imperfeições inatas que abracem a autenticidade, mesmo que isso signifique estar um pouco fora de linha.

A decoração wabi-sabi inspira o minimalismo e se concentra mais nas pessoas que vivem no espaço do que em qualquer outra coisa. Posses e outros itens são reduzidos ao essencial com base na utilidade, beleza ou nostalgia (ou todos os três). A paleta de cores tende mais para os brancos, cinzas, verdes e tons de terra, graças ao uso dos materiais naturais.

Imagem: Hally’s London

Produtos com história

Os produtos e a estética que se encaixam nesta categoria realmente se tornam mais atraentes e interessantes à medida que são “gastos” pelo tempo; assim, eles revelam novas camadas de cor e texturas, efeitos e oxidações. O Wabi-Sabi fala sobre encontrar a beleza no ‘não tão perfeito’. Pense então em mesas ou tábuas de corte com marcas de queimadura, cerâmicas artesanais que não tenham ficado 100% lisas.

Neste ambiente, podemos ver várias inspirações da decor wabi-sabi como uso do tapete e cesto de sisal, os lençóis em camadas, tons terrosos e a mistura de materiais como a madeira, cobre, cimento.

Mantenha a decoração real, seja autêntico e está tudo certo se não der para arrumar a cama todos os dias! E aí, anima abraçar o conceito japonês?

Fonte: Follow the Colours especialmente para o blog da Todeschini – vai lá ver a matéria na íntegra!