Inspirações
20 out 2017

Empreendedorismo com dreads têxteis

Você já ouviu falar sobre dreads têxteis? A técnica artesanal criativa consiste em criar fios mais finos ou mais grossos usando fios e aparas de tecido para desenvolvimento de bijuterias. E é essa a base das peças criativas e autorais da marca Mil Fios que trago hoje para o blog! Garimpar histórias de marcas empreendedoras é tão legal!

Então, desvendar o que está por trás de produtos e negócios criativos é algo que quero deixar mais constante entre as postagens. Vamos saber mais sobre quem faz a Mil Fios, como surgiu, seus produtos e expectativas? Acompanhe abaixo e já pode babar nas cores e modelos de colares!

Motivação e surgimento da marca

A marca é um empreendedorismo feminino, resultado da união de duas amigas criativas. Lu é dançarina, casada com um personal trainner, mãe de dois meninos e era dona de um brechó até uns 6 meses atrás. Alessandra é pedagoga, casada com um músico e mãe de três. Já viu por aí que achar tempo para produzir e empreender todo mundo pode, não é? Ale conta que antes da marca atual, já explorou o mercado do artesanato ao desenvolver peças em madeira e tecido e também na criação de acessórios. Porém, não se sentia satisfeita com os ofícios.

Depois de conhecer a Lu e unir forças no empreendimento brechó, surgiu a chance de fazer um curso de bijuteria têxtil, coisa que se apaixonou de cara. “Apresentei então pra Lu, que com alma de artista e amante, assim como eu, do reaproveitamento de materiais, reciclagem e muita criatividade, amou na hora e abraçou a causa comigo.” Surgia assim a Mil Fios Acessórios, que tomou o lugar tanto dos brechós como dos acessórios tradicionais. Mergulharam nos fios e nas suas várias possibilidades com os dreads têxteis.

Mil Fios, a menina dos olhos

Para a criação das peças da marca, a dupla trabalha com cordão de algodão de milímetros diferentes, pedras naturais, linhas de diversos tipos, de cetim, algodão, seda, lãs, viés, retalhos de tecido como seda e viscolycra, miçangas, canutilhos e pedras naturais. Além disso, também reaproveitam restos de novelos e desmanchamos gravatas de seda para alguns modelos. Muito legal esse upcycling criativo!

Nossa imaginação transborda quando estamos trabalhando. A marca virou nossa menina dos olhos!”  Contam que enquanto criam uma peça, já surge ideia para muitas outras. “Cada vez que saímos para as compras de material, batemos o olho em algumas linhas e a peça já aparece pronta na nossa cabeça. Isso é muito bom!

Técnica versátil

A técnica para todas as criações se baseia em dreads têxteis, que oferece muitas possibilidades de trabalho. Com ele podem fazer pulseiras, brincos, colares, cintos… E então acrescentam pedras, em alguns modelos, o capim dourado e muita criatividade!

Onde encontrar 

Hoje a Mil Fios tem loja online, apresenta suas peças no Instagram, marcam presença no aeroporto do Rio de Janeiro e já embarcaram para Alemanha recentemente. Ale e Lu comemoram a possibilidade de apresentar cores e texturas brasileiras na Europa!

Passeando por tanto entusiasmo e criações caprichadas, é ou não motivo de comemoração? Fico feliz de conhecer o trabalho de vocês e desejo vida longa à produção da Mil Fios!

Moda Criativa
19 out 2017

Coleção Dizney x Arezzo destaca universo lúdico e ação social

Entre tantos releases que recebemos no dia a dia de lançamentos de produtos e novidades de marcas, é um suspiro e um colírio para os olhos quando vemos ações que integram novidades a ações sociais e criativas!

Chegou dia desses em casa um par lindo de um dos modelos da coleção Disney x Arezzo e me surpreendeu não só pela lindeza da rasteirinha delicada e lúdica, como pela ação casada com a Ong Orienta Vida, instituição que emprega centenas de artesãos e capacita constantemente por meio de cursos como bordado, corte e costura.

Quer saber mais o que há por trás desses produtos licenciados que andam sumindo das prateleiras?

Contribuição para projeto social

Além dos pares fofos, clutches e bolsas inspirados no casal de ratos mais famoso do mundo,  Arezzo e a  OrientaVida lançam a versão  de personagens celebridades da Disney em couro, com monograma exclusivo da Arezzo. Na venda desses, uma parte é revertida para a instituição. Podem ser achados nas lojas da marca e também na loja online da ong.

Fundada em 1999 por Celeste Castro Chad, OrientaVida é a única ONG licenciada da Disney no mundo. A primeira colaboração com a Disney foi em 2008, em parceria com Ana Strumf, que rendeu a entidade um prêmio internacional pelos os produtos desta coleção.

“Amamos quando começamos a trabalhar com a Disney em 2009, e agora em 2017, a alegria se renova, pois foi por causa dele, o Mickey, que a Arezzo chegou até a gente. Sabemos que juntos, vamos levar esse projeto social adiante” completa Celeste.

A edição super limitada terá 2.000 unidades em couro – 1.500 Mickeys e 500 Minnies – está à venda nas lojas da Arezzo pelo Brasil e na loja online da OrientaVida.

Vale ou não ficar sabendo dessas ações que alimentam de forma criativa projetos tão do bem? Fiquei muito feliz de receber em casa esse kit e ter sido uma das “embaixadoras” escolhidas para contar sobre a coleção e contribuição dos personagens para uma ação que envolve artesanato e capacitação.

♥ Quer conhecer mais sobre esse projeto Disney da Ong Orienta Vida e outros produtos já criados? Vem cá!

Decoração
17 out 2017

Nuvem de pratos na parede: inove ao pendurar

Que tal sair do tradicional e ousar na decoração de forma simples e acessível? Uma composição de pratos na parede pode facilmente substituir os tradicionais quadros. A proposta contrasta o clássico com o moderno, dando um toque extra de personalidade aos ambientes. Compor os elementos na parede como uma nuvem, de forma orgânica, pode trazer ainda mais autenticidade  ao decor.

Ao escolher os pratos, busque contrastes e semelhanças, como na temática, nas cores e desenhos.

A arquiteta catarinense Clara Machado dá a dica: “É importante que os pratos tenham uma harmonia entre si, combinando cores, formas e estilo”. Já Amanda Sayuri, também arquiteta, destaca que é importante verificar a altura que ficarão dispostos na parede. “A composição deve ficar na altura dos olhos, mas pode se espalhar pela parede de forma harmônica. A quantidade (de pratos) vai depender do tamanho da parede. Se ficarem muito espalhados, o efeito pode se perder”, explica.

Mas você pode ir além: os pratos também podem ser usados em estantes e prateleiras. Outra dica preciosa: garimpar pratos da avó, de um antiquário, de uma loja comum de louças e fazer um mix interessante de lembranças.

O exemplo do post é de um projeto assinado pelas arquitetas Clara Machado e Amanda Sayuri em um dos apartamentos decorados do empreendimento Côte D’Azur, da Cena Construções, em Florianópolis. Fica a sugestão para quem também adora coleções e trazer história para os ambientes da casa!

Fotos: Rudi Razador

Ilhabela
06 out 2017

Atividades criativas na Virada Sustentável S.Sebastião Ilhabela

Hoje começa a primeira edição da Virada Sustentável São Sebastião Ilhabela, projeto que vi sendo desenhado, entrei como voluntária no início de sua divulgação e inscrição de projetos, acompanhei a curadoria de sua programação e há algumas semanas faço parte de sua comunicação. Tudo como voluntária (assim como todos!), junto com uma equipe engajada que está arregaçando as mangas para fazer acontecer! Super legal ver o empenho de todos e tantos projetos criados e pensados com carinho para transformar pensamentos, mostrar boas visões e unir!

Conto pra vocês abaixo algumas das atividades que têm tudo a ver com a proposta do Cola e gostaria de recomendar! Se estiver por aqui, vem com a gente? Tem um link em cada uma que te leva ao evento na fanpage e pode ver endereço, quem organiza e mais detalhes!

Oficina de crochê de malha  (Ilhabela)

Workshop de fermentação natural (Ilhabela)

Encadernação com Papel do Quintal

Upcycling Têxtil (Ilhabela)

Feira Sustenta (Ilhabela)

Encadernação com papelão reaproveitado de contos de São Sebastião (São Sebastião)

Roda de Conversa sobre Economia Criativa e Colaborativa  (São Sebastião)

Cada uma das atividades você encontra na fanpage e na página oficial do evento que conta com um localizador de atividades por lugar ou nome. Basta acessar e se programar! Vire sua cidade! Espero que possam acompanhar e curtir! São mais de 60 atividades, caso esteja por aqui, um deve te atrair!  Estarei por lá nesse finde! Me acompanhem no meu instagram e na página oficial!

Inspirações
04 out 2017

Peças de vestir que nos fazem viajar

Eu não sei como é sua relação com mala de viagem, organização de mala ou tempo dedicado a isso… Por aqui, nem sempre os “looks” são a parte mais planejada para um passeio ou dias fora de casa. Porém, a relação com algumas peças especiais e momentos felizes e bem vividos parece poder marcar para sempre! E nisso eu penso bastante ao preparar uma mala de viagem! Vamos juntas ver fotos maravilhosas de lindos dias na França, momentos registrados e vividos pela Riva Sandálias e papear mais sobre isso? Peças de vestir que nos fazem viajar!

Betina admirando uma bela paisagem no jardim de Monet

Camille fazendo jus ao nome em solos franceses

Acessõrios que são memórias de viagem

Não viajo com toda frequência que gostaria hoje em dia, mas tenho a sorte de já ter batido muita perna. E ao pensar em alguns destios marcantes, não só pelas fotos, mas pela vivência naquele lugar e algum fato importante, relaciono a viagem a uma peça de roupa ou acessório. Sapatos, bolsas e casacos são o que mais marcam.

Por vezes, óculos também. Acontece com vocês? Assim como nessas fotos lindas de uma Carol feliz e saltitante na França, tenho recordações incríveis de passeios pelo jardim de Monet com um shorts florido e meias calça azuis (como não lembrar?), me transporto para o sul da França quando penso em uma bota de cadarço marrom e volto a viver dias em Paris com minha irmã caçula com um óculos escuro azul fosco. Engraçado, né? Curiosamente nenhuma dessas que me vieram primeiramente à mente existem hoje no meu armário. Ah que pena! Mas com toda certeza porque de tão especiais. usei a valer!

Betina levando recordação pra casa!

Se ela pudesse, quantos suspiros essa Betina daria? Tem como usar novamente e não se lembrar dessas cenas?

Pré memórias na bagagem

Sabendo dessa relação de carinho que uma peça pode ganhar após uma viagem delícia, já costumo fazer a mala matutando sobre esses itens chave. Mais do que pensar como ele vai combinar com tudo e ser curinga, já me pego pensando que um novo calçado ou uma nova bolsa (com sorte os dois!) precisam me acompanhar nessa nova jornada. Na minha cabeça não pode ser algo que já foi marcante uma vez, o legal é ser fresco para pisar em novos lugares e ganhar uma bagagem completamente nova e dar aquele gostinho de fazer foto e rememorar inúmeras vezes. E como é de praxe pra mim clicar os pés ou a bolsa ao lado de um café, materialismos à parte, aquela peça me marca mesmo. Pois nada mais gostoso do que abrir uma mala ao chegar ao novo destino com peças frescas (não necessariamente novas) que vão conhecer junto comigo aqueles novos lugares. E depois, também me fazer voltar lá sempre que eu tiver vontade de revesti-las.

Não é uma delícia prever memórias, se vestir delas e pensar nas várias que vêm pela frente?

Nathalia inspirando o perfume das flores

Mule curtindo a varanda despretensiosamente

Essas fotos de lindos pares da amiga e parceira marca Riva Sandálias em dias franceses me remeteram instantaneamente ao assunto… Espero que tenha curtido a reflexão e se chegou até aqui, me conte se faz sentido pra você também!

Desse jeito, sempre estamos bem acompanhadas!

Pra conhecer os modelos e (vai que) levar um par para sua nova aventura, vem cá no site!  Eu sigo maravilhada pelas fotos e tô feliz de terem me feito pensar em um monte de momento gostoso!