Moda Criativa
21 ago 2017

Upcycling: A nova tendência em moda

O conceito Upcycling transforma o que seria descartado em peças exclusivas

Evitar o desperdício e reduzir o consumo de matéria-prima durante o processo de criação de novos produtos é a essência do Upcycling, conceito que visa transformar resíduos inúteis e descartáveis em novos materiais, colaborando para propagar uma nova forma de consumo. Vertente da reutilização, a arte do upcycling dá novo significado àquilo que, a princípio, seria destinado ao lixo por não apresentar valor comercial. Utilizado no mundo da moda a partir de 2002, o termo se sustenta em dois pilares: economia e transformação.

Upcycling: A nova tendência em moda

Reciclagem x Upcycling – entenda a abordagem criativa

De acordo com a professora do curso de Design de Moda do Centro Europeu, Nicolle Gora, diferente da reciclagem, o upcycling faz uso de materiais já existentes para criar algo que surpreenda e, mesmo assim, seja baseado em traços originais das peças. Por essa abordagem, embalagens e sacos de cimento utilizados podem dar vida a bolsas, sapatos e acessórios únicos e elegantes. “Por ser um processo que não desperdiça energia ou faz uso de materiais químicos para reciclagem, ele pode ser muito eficiente em larga escala na indústria da moda, que é, hoje, a segunda mais poluente do mundo”, explica.

A proposta pode parecer ousada e até mesmo um pouco excêntrica, mas já ocupa as vitrines de capitais como Londres e Berlim. No Brasil – onde são confeccionadas, por ano, cerca de nove bilhões de peças de roupa -, o conceito ainda é incipiente, mesmo com a estimativa de que por volta de 170 mil toneladas de retalhos sejam produzidas anualmente no país.

Sacola impermeável feita de guarda-chuva, vela com recipiente de vidro feito a partir de garrafa de vinho, niqueleira de couro reciclado com caixinha de  caixas de sapato e bolsa jeans feira a partir de calças usadas.

Sustentabilidade na prática

Ainda assim, a técnica, vista por Nicolle como uma aliada da sustentabilidade por recolocar no topo do ciclo da produção um material que já está no fim dele, é fruto dos anseios da geração Y. “Desses novos recortes, modelagens e processos produtivos nascem peças únicas e com alto valor agregado. O upcycling resulta de uma consciência ambiental, principalmente desse público que cobra mais ética e transparência das empresas”, resume.

Dê nova vida aos materiais!

Para ela, dar ouvidos a esses consumidores significa repensar toda a cadeia produtiva do mercado da moda, priorizando a mitigação de impactos ao meio ambiente. “Além disso, manifestar essa veia inovadora, de modo a conter desperdícios e extrair o melhor de cada produto, pode trazer economia e ser um diferencial competitivo para o mercado”, acrescenta. Para dar vida à inovação, contudo, a professora lembra que não há segredo. “A partir das preferências e necessidades do seu público, é preciso lançar mão de bom gosto e criatividade sem receios. O resultado será nada menos do que combinações atrativas e interessantes”, completa.

Dicas
07 jun 2017

Coleção de tecidos Recortes por Ju Padilha

Quando a gente está no mundo da criatividade online, seja em blogs, seja no instagram, seja na redação de conteúdos há tanto tempo (já são uns 8 anos!), esse universo se torna como uma grande família e repleto de amizades! E de torcida!

Hoje, venho compartilhar uma alegria gigante! Afinal, não é sempre que uma amiga lança uma coleção do produto que mais tem a ver com o seu trabalho. Isso é uma super conquista! E quem tem essa boa nova para contar é a amiga e maker, crafter, artesã contemporânea, Ju Padilha! A Ju acaba de lançar sua coleção te tecidos Recortes pela marca Fernando Maluhy. Uma coleção com a sua cara, suas cores e feita, como o nome diz, a partir de recortes manuais. Vamos prestigiar e comemorar?

A Ju Padilha conta que pensou a paleta de cores e padronagens da coleção de forma que todos os tecidos combinem entre si. Os tons conversam muito com seu trabalho e reconhecemos seu estilo logo a primeira vista! Isso é super legal!

Palavras da criadora

Vejam o que mais ela conta sobre esse lançamento: “Por quê a minha coleção de tecidos chama “Recortes”? Porque os padrões foram feitos de forma artesanal, a partir de recortes de tecidos lisos, onde cortei as formas e compus a geometria, depois foram digitalizados para formar as estampas! Simplesmente porque aqui as mãos adoram um fazer e não sabem ficar paradas!”

Quer saber como ter esses retalhos nas suas mãos para criar? A própria Ju Padilha vende online, tem na marca Fernando Maluhy e está chegando em lojas e armarinhos.

Para quem estiver em São Paulo, dá para conhecer tecidos e Ju num evento bem bacana oferecido pela marca Fernando Maluhy amanhã. Ah, e de quebra ter uma apresentação sobre cores e uma oficina criativa! Se eu estivesse na capital, não perderia. Vai lá! Cola indica!

DIY
30 maio 2017

Caixinha de fotos com apliques de scrapbooking

Recentemente, precisei fazer um presente para uma pessoa especial. Seria uma caixinha de fotos para colocar algumas fotos impressas, coisa rara que, se a gente não faz logo, perde lindos momentos em nosso celular. A ideia já estava certa, mas faltava uma forma fofa de compor essa lembrança. Para tanto, tratei de dar função nova a uma caixa em mdf e alguns apliques de scrapbooking que tinha arrematado.

Registrei o processo para esse DIY fácil e gostoso de criar! Fica como sugestão para quem também ama colecionar recortes e elementos de papelaria!

Caixinha de fotos com apliques de scrapbooking: materiais

Reúna uma caixinha em mdf, fita banana, tesoura, elementos de scrapbooking ou recortes de uma folha decorada, tags, envelope, mini pregador, caneta Posca e barbante ou fio twine para fechar o envelope. Esses eram os detalhes que tinha aqui e resolvi usar, mas você pode ter outros e compor a sua forma!

Materiais diversos para a criação da sua caixinha de fotos

Para criar um relevo na tampa, cole os elementos com fita banana. Comece com uma base com tag ou papel retangular.

Continue a decorar com outros pedaços de fitas e mais detalhes de papel. Crie desenhos e escreva uma mensagem com a Posca.

Finalize com um título ou tema para as fotos da caixinha ou ainda o nome da pessoa que receberá o presente.

Eu ainda fiz um cartão e coloquei dentro do mini envelope e fechei com o fio twine. Tudo bem personalizado e carinhoso! Quem não curte oferecer e receber um presente assim? Coloque as fotos impressas dentro da caixa e está prontinho!

Você pode ver a função original dessa caixinha aqui nesse passo a passo de flâmula e também saber mais sobre fio twine neste post sobre materiais. Boa criação!

Decoração
23 maio 2017

Vela de soja: boa amiga para decoração

Recentemente adquiri um novo hábito: acender velas aromáticas relaxantes ao cair do dia no quarto ou na sala de estar em momentos de descanso e bate-papo. Não costumava dar bola aos benefícios da vela, mas ultimamente tem me feito um super bem! O aroma e a luz me deixam mais calma e faz um efeito delicioso no ambiente. Acho super prazeroso para desligar a mente das tarefas do dia! E já que esse assunto começou a me chamar atenção, fiquei curiosa para saber mais sobre vela de soja. Aquelas que são feitas do feijão da soja e biodegradáveis.

Nunca tinha tomado conhecimento e muito menos entendia seus benefícios! Fui atrás e conto aqui!

Velas de Soja da marca Bright Side – produção handmade e com possibilidade de personalização

Vela de soja: diferenças e benefícios

1. Econômicas
As velas de soja podem queimar durante 50% a mais tempo. A longo prazo ficam mais baratas do que as velas normais.

2. Amigas do ambiente
Embora as velas de soja também produzam fumo, a quantidade que criam é muito menor do que as velas normais e, uma vez que as velas de soja são 100% naturais, não contêm toxinas.

3. Totalmente naturais
As velas de soja são feitas a partir de ingredientes naturais como os feijões de soja e o óleo hidrogenizado dos feijões de soja. Ambos estes produtos são 100% biodegradáveis e provêm de recursos renováveis.

A Bianca, do querido blog Two Bee, mostra como fazer vela de soja aqui.

4. Sem fuligem e mais fragrância
Sabem aquelas partículas pretas que as velas às vezes têm e que são produzidas enquanto queimam? As velas de soja não produzem nada disso e queimam de forma limpa. Além disso, fixam melhor os aromas e liberam mais perfume.

5. São hidrossolúveis
A cera de soja derramada pode ser limpa com água, pois dissolve-se quando em contacto com ela. A limpeza dos “acidentes” com as velas de soja torna-se assim muito mais fácil. Ah, se ficar com dúvida de como limpar manchas de parafina (sempre acontece aqui!), despeje água quente para que derreta.

Fiquei com vontade de ter velas personalizadas assim do blog, imaginam que presente lindo? Handmade por Bright Side

6. Queimam uniformemente
As velas tradicionais têm o inconveniente de só queimarem na zona que circunda o pavio, deixando “paredes” de cera em volta. Nas velas de soja isso não acontece, pois queimam uniformemente, ou seja, toda a cera derrete em volta do pavio, deixando uma camada totalmente líquida enquanto queima.

7. Não atingem temperaturas altas
As velas de soja queimam a temperaturas mais baixas, tornando-as assim mais seguras para si e para a sua família.

Não é legal saber dos benefícios desse tipo de material para criação de velas?

Como uma amante dessa técnica, além do uso agora, deu vontade de adquirir velas de soja e também colocar em prática a criação delas em algum DIY. Fica a dica e minha pesquisa sobre o assunto! Vai uma vela de soja em sua decor?

DIY
12 maio 2017

Coração de feltro bordado com fitas: passo a passo

Recebi um dia desses algumas sugestões fofas de passo a passo para o presente de Dia das Mães! Como o Cola sempre vai dar preferência a criações manuais, não pude deixar de analisar os projetos do Clube de Artesanato das Fitas Progresso com todo carinho. Ainda mais nessa minha primeira comemoração com filhote de quase 4 meses e toda emotiva com a data! Escolhi apresentar o coração de feltro bordado com fitas!

O resultado do passo a a passo é super charmoso e é possível fazer variações de acordo com sua habilidade com as agulhas e gosto.

Eu mesma colocaria como recheio uma erva aromática e transformaria num gostoso sachê, como já mostrei em um passo a passo há bons anos aqui. Vamos ver a execução em fotos?

Tenha em mãos feltro da cor escolhida, fitas, enchimento, tesoura, molde de coração, linha e agulha.

Para quem tiver qualquer dúvida do processo, basta ir na postagem original no portal da marca e ver  mais detalhes. Fica a sugestão para um presente carinhoso, econômico e que certamente vai arrancar suspiros!

outras sugestões de presentes feitos à mão e ainda dá tempo de correr para o armarinho mais próximo e se abastecer para colocar a mão nos materiais! Oba!

E para quem ficou curiosa(o) com a minha sugestão de sachê de tecido e ervas, aqui está um passo a passo com lavanda que publiquei logo após uma viagem à França! Oh là là!

Passo a passo de sachê com lavanda