Materiais
09 mar 2017

O que é cobogó: origem, nome e aplicações

Você já deve ter reparado nestes tijolos vazados e dado like em paredes com esse material em diferentes projetos externos e internos e decorações de ambientes. Tô certa? Mas talvez não tenha muito conhecimento sobre o que é o cobogó, como surgiu e até mesmo tipos diferentes existentes hoje no mercado.

Vamos saber mais com base em uma pesquisa do Anual Design e ajuda da marca Manufatti que produz o material?

Origem do Cobogó e significado do nome

Os charmosos blocos vazados, que hoje apresentam os mais variados materiais, foram inspirados em elementos da arquitetura árabe e levam o nome de seus criadores, a partir de suas iniciais: Amadeu Oliveira Coimbra, Ernest August Boeckmann e Antônio de es. CO-BO-GÓ.

Casa Cobogó em Brasília – para conferir projeto, clique.

Sua função inicial

Originalmente em concreto, o cobogó foi criado e patenteado em 1929, pelo comerciante português Amadeu Oliveira Coimbra, o alemão Ernst August Boeckmann e o engenheiro pernambucano Antônio de Góes. Os três moravam em Recife, no início do século, trabalhavam na construção civil, e a criação foi uma solução para amenizar as condições climáticas no interior das casas nordestinas, e levantar paredes sem vedar a entrada de ar no ambiente.

Uma ideia simples e barata, que se popularizou rapidamente, passando, nos anos 1940 e 1950, a ocupar também o interior de casas, servindo como divisória de ambientes. Adotado pela arquitetura modernista, esse recurso passou por mudanças, e foi muito usado na construção da nova capital, sendo facilmente encontrado em casas e prédios públicos do plano piloto.

Aplicações e estilos de cobogó

Nos últimos anos, o cobogó voltou com força total na decoração, podendo ser encontrado em materiais diversos, como mármore, vidro, cerâmica ou madeira, e até em peças de design. Há releituras do cobogó em estampas, em mobiliário e até mesmo em releituras para parte interna de casas e apartamentos.

Cobogó da Manufatti na Expo Revestir

Acontece nessa semana, a feira de materiais, revestimentos e peças de decoração e construção, Expo Revestir, em São Paulo, capital. Ao longo da mostra, a marca Manufatti, conhecida por seus cobogós e revestimentos de fabricação artesanal, apresenta suas novas coleções.

Vamos conferir os novos cobogós para decorar e relembrar sua bagagem cultural?

A nova coleção composta por duas linhas de revestimentos extrudados e esmaltados denominadas de Argilla e Porcellana se destacam pelas texturas, composições e formas impactantes, inspiradas nas tendências da marchetaria, relevo e também em tecidos clássicos que até hoje ditam moda e fazem uma combinação perfeita entre o universo fashion e do design.

Linha Argilla

A linha Argilla (imagem acima), considerada a grande novidade da marca, traz uma pegada rústica e marcante criada a partir da argila na sua composição pura. A principal inspiração são as formas de tecidos clássicos, como o GerogetteTartan, Tweed, entre outros.  Ao todo são dez modelos com diferentes recortes e formatos e disponíveis nas cores Natural, Off White e Carbono.

Já a coleção Porcellana (modelo Quilt da Linha Porcelana acima) tem como principal característica seu design inusitado com quinze opções diferentes de peças em inúmeras variações de cores especiais que variam de tons fortes como cobalto, jeans, petróleo ou nas cores metalizadas que surgem nas versões de pérola, grafite, furta cor e bronze, entre outros.

Vocês também têm uma paixão por esse material artesanal? Gostaram de conhecer mais?

Texto base Anual Design, fotos de divulgação da marca ou créditos na legenda
Deixe seu comentário
* Não será divulgado
Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com

Comente pelo facebook
2 comentários
  1. Márcia Carvalho de Souza

    Achei super legal esta postagem! Sempre tive curiosidade para saber a origem do nome dos cobogós! Parabéns!

    Responder
    • http://www.colacorelinha.com/wp-content/themes/blog/imagens/avatar.jpg

      Oi, Márcia! Fico super feliz com seu comentário e visita! Obrigada e venha sempre!

      Responder