Cola Visita
12 jun 2017

CasaCor SP 2017: um olhar para o handmade

Quem acompanha o blog há algum tempo sabe que é ritual já fazer um tour pela CasaCor SP todo ano e relatar os destaque por aqui. Feliz da vida que esse ano não foi diferente e já rolou a primeira visita ao super evento no Jockey Clube!

A cada ano busco tendências, vou com uma pauta na cabeça e procuro trazer um olhar pessoal. Na mostra 2017, minha vontade foi me libertar de tendências ou modismos e dar um zoom no artesanal, dar luz ao handmade e a diversas peças manuais que visse pela minha pernada pelo evento.

Vamos ver alguns destaques? O trabalho manual está em evidência e está fácil ressaltar sua importância em diversos ambientes! Para que o handmade seja ainda mais valorizado, coloco em cada legenda os responsáveis pelas lindas criações. #colaamou Obrigada pela companhia!

Mural realizado manualmente com caneta na parede da artista visual Kaju e Clarots. Linda obra de arte em um banheiro da Casa Sustentável. Espaço para arte também nesse ambiente intimista.

Colagem que lembrava lambe lambe do trabalho do artista Tinho Flaneur

No ambiente Casa do Nômade, Mauricio Arruda explorou obras de arte do norte, DIY e tapeçarias

Quarto de bebê criado pelas arquitetas Fabiana Silveira e Patricia de Palma, do SP Estudio, com diferentes elementos artesanais que tornaram o ambiente um dos meus favoritos da mostra.

No quarto do bebê, obra linda da marca artesanal Iluminoo, um trabalho primoroso realizado no papel manualmente.

Berço de macramê da querida Leti Matos do 13 Pompons e arte com Posca na parede de Adriana Martô. Apaixonantes e lindas escolhas!

Boneco feito de patchwork e olhos de botões do projeto de Tinho Flaneur, confira no instagram do artista!

Cola Visita
04 jun 2017

São Paulo por um dia: aguardem novidades!

A vida de mãe mudou minha rotina de diferentes formas e uma das grandes mudanças foi meu dia a dia literalmente ilhada. Nesses primeiros meses do baby, deixei de lado minhas idas e vindas antes constantes a cidade e fiquei sem sair de Ilhabela por quatro meses. Se percebi?

Por um bom tempo nem mesmo me dei conta que estava vivendo apenas por aqui tantas eram as novas tarefas e afazeres de mãe de recém nascido, mas aos poucos, com baby crescendo e a rotina já mais simples e readequada, a vontade de retomar minhas andanças em eventos e #colavisitas bateu!

Garimpar novidades faz parte do meu trabalho e estar presencialmente nos lugares é essencial para minha inspiração diária!

Para dar um gostinho, escapei por um dia e fui com uma super amiga para SP aproveitar um bistrô delicioso e pernar pela CASACOR que sempre rende ótimos posts inspiracionais e de tendência.

Ficaram curiosas para curtir as andanças comigo? Essa semana será dedicada a tudo que garimpei nesse dia de SP!

Aguardem deliciosas dicas do Bistrô Rendez-vous em Pinheiros, boas inspirações e novidades da palestra do arquiteto e apresentador Maurício Arruda para Tintas Coral e detalhes e ambientes que chamaram atenção na super mostra de decoração. Cola foi com a pauta “handmade na decoração”e saí cheia de assuntos para abordar!

Vem comigo? A semana promete! Bons dias e voltem mais vezes! Vou publicar ao longo da semana os destaques do dia e também o quanto esse respiro é importante para nossa rotina de home office, de vida de mãe e moradora de uma cidade pequena. Até já!

Fotos clicadas pela super amiga, e cola-boradora por um dia, Pedrita Sznelwar ❥

Cola Visita
23 maio 2017

Casa Cor 2017 já está com as portas abertas

CASA COR, maior mostra de arquitetura, decoração, design e paisagismo das Américas, abre as portas no Jockey Club para em 31ª edição em São Paulo. Nos mais de 15 mil metros quadrados, 69 ambientes ficarão expostos de 23 de maio a 23 de julho.

Com o tema “Foco no Essencial”, os espaços levam assinatura de profissionais como Alex Hanazaki, David Bastos, Marina Linhares, Leo Shehtman, Paola Ribeiro, René Fernandes, Yamagata Arquitetura e Triplex Arquitetura.

Serviço

A CASA COR SP 2017 acontece de 23 de maio a 23 de julho no Jockey Club de São Paulo. Funcionando de terça a domingo, das 12h às 21h, os ingressos custam R$56 de terça a quinta (R$28 meia entrada) e R$70 de sexta, sábado, domingo e feriados (R$35 a meia). O passaporte único custa R$165.

Cola visita marcada

Se você não terá como ir nessa edição, não fique triste! Cola vai fazer sua cobertura como todos os anos e trazer para o blog o que viu de mais inspirador, criativo e original! Aguarde! Acompanhe no blog e no Instagram @mastump.

Quer relembrar outras passagens pela mostra? Veja os posts aí abaixo!

> Outras coberturas da Casa Cor aqui.

Cola Visita
20 fev 2017

Loja Ipanema + Melissa chega à Ilhabela

Alerta novidade na minha cidade querida! Tem Casa de Verão das marcas Ipanema e Melissa na Vila, centrinho de Ilhabela.

Sem saberem que eu era local, recebi essa notícia por meio da assessoria das marcas e arregalei os olhos para a boa nova! Estava em SP quando a pop up store abriu, mas logo que voltei e o pequeno deu uma trégua, corri para conhecer! E a primeira impressão foi tão boa quanto a alegria de ver um agito da Ilha chegar até minha caixa de e-mail.

Fui até a loja no sábado de manhã (viu no Instagram?) e além de ser super bem atendida, adorei ver uma porção de modelos que não conhecia e loja com decor linda. Sobre os modelos que adorei… Não só da badalada Melissa, como também um estilo super legal nas linhas especiais da marca Ipanema. Logo curti um modelo da Ipanema 77 e levei comigo pra casa. Adorei a leveza, design e conforto.

A lojinha não tem data para partir (ainda bem!) e está fazendo sucesso na Vila, tanto com os moradores como com turistas dos navios e finais de semana. Já quero mais modelos e adoro ter lugares novos para passear e vitrinar por aqui!

Fica a dica e minha cola sugestão:

Pop up Store Casa de Praia Ipanema + Melissa: Rua São Benedito, 23 LOJA 2 no centro de Ilhabela, SP

Cola Visita
11 maio 2016

Rahyja Afrange e o estilo escandinavo

Barracuda como centro de mesa em um projeto do arquiteto Thiago Papadopoli.

Barracuda como centro de mesa em um projeto do arquiteto Thiago Papadopoli.

Lembra do design escandinavo aqui no blog? Hoje vamos voltar a esse estilo para apresentar as peças incríveis da Rahyja Afrange. Em mais uma #colavisita eu fui conhecer o escritório dessa criativa.

Arquiteta de formação, trabalha também com designs exclusivos de mobiliário e projetos de interiores. Rahyja Afrange cria peças para encantar a casa e os olhos de quem conhece seu trabalho. Vem conhecer!

Foto: revista Kaza

Foto: revista Kaza

Por onde andou?

Depois de se formar e trabalhar em escritórios de arquitetura, Rahyja tinha vontade de viajar e se especializar em algo que refletisse o que ela é. Foi então que viajou à Dinamarca para realizar um curso de Design de Mobiliário.

Inspirada, ao voltar para o Brasil montou seu próprio escritório. Sem largar os projetos de arquitetura, mas também trabalhando interiores e o design de mobiliário, onde as peças são criadas pensando na valorização de cada material em sua forma natural.

Poltrona e mesa-bandeja da linha SE7E com manta trançada a mão em lã de merino feita pela Littleland.

Poltrona e mesa-bandeja da linha SE7E com manta trançada a mão em lã de merino feita pela Littleland.

Estética, funcionalidade e simplicidade resumem a filosofia de seus projetos. “Viver bem, em ambientes encantadores” é o que propõe e proporciona a designer.

Sobre os materiais:

Convivendo e aprendendo os princípios do design escandinavo durante sua jornada, Rahyja trouxe design de peças que exploram a simplicidade e o natural que cada material traz.

Ainda na Dinamarca, criou a primeira peça da linha SE7E, a cadeira SE7E.

Ainda na Dinamarca, criou a primeira peça da linha SE7E, a cadeira SE7E.

Rahyja estuda formas e volumes de materiais comuns, mas com inúmeras funções e que permitam vida longa e duradoura às peças sem perder a leveza e o estilo que trazem ao ambiente. Seguindo a linguagem do simples, além da madeira, trabalha com materiais como a cortiça e o couro, e ainda o feltro.

feltro

Trabalhos em feltro

O feltro é um material industrial que fica, normalmente, escondido dentro de máquinas como o ar condicionado, por exemplo. O interessante é a forma como a designer traz um material tão escondido e inesperado para cima da mesa – literalmente.

Inspirados com a trajetória da arquiteta e designer Rahyja Afrange? Que tal criar um ambiente simples e funcional como propõe o estilo e a designer?